Nova cepa da Covid-19 circulando na região traz alerta e reforça necessidade de cuidados – Comando VP
Início » Destaque » Nova cepa da Covid-19 circulando na região traz alerta e reforça necessidade de cuidados

Nova cepa da Covid-19 circulando na região traz alerta e reforça necessidade de cuidados

Infectologista ressalta que o uso de máscaras, distanciamento social e a higienização constante das mãos ainda são as melhores estratégias para evitar a propagação do vírus, inclusive a nova variante que já circula na região de Ribeirão Preto

O registro de casos da Covid-19 provocados pela nova cepa em cidades do estado de São Paulo e da região como Araraquara, Araras, Ribeirão Preto e Serrana, reforça a necessidade da adoção dos cuidados básicos para conter a continuidade e propagação da pandemia.

A médica infectologista Sílvia Fonseca, Diretora Corporativa de Infectologia do Sistema Hapvida, do qual o Grupo São Francisco faz parte, alerta que o comportamento da população continua sendo a melhor estratégia para prevenção da doença.

“Os vírus são transmitidos por gotículas e tentam se multiplicar, por isso acontecem as mutações. Já descobrimos quatro variantes que são mais transmissíveis e vão se instalando com mais facilidade. Isso aconteceu no Reino Unido, na Califórnia, na África do Sul e aqui no Brasil, quando começou a ser detectada no estado do Amazonas. Assim, precisamos parar o contágio. Para isso, todo mundo deve continuar usando máscara, manter o distanciamento, usar bastante o álcool em gel e fazer uma boa higienização das mãos”, orienta Sílvia.

De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, foram registrados casos de Covid-19 da cepa (sinônimo de “variante” ou “linhagem”) nas cidades de São Paulo (capital), Jaú, Águas de Lindóia, Araraquara, Ribeirão Preto, Serrana e Araras. Houve também sete casos da variante britânica previamente confirmados neste ano, sendo cinco da capital e dois de Sorocaba. Ainda existem dois casos suspeitos aguardando confirmação em Peruíbe e Santos, no litoral do estado, e 13 em Campinas, que estão sendo analisados pelo Instituto Adolfo Lutz.

A Diretora Corporativa de Infectologia do Sistema Hapvida esclarece que a forma de atuação da nova cepa ainda está sendo estudada, por isso é importante adotar um comportamento mais rigoroso em relação à prevenção.

“Precisamos cuidar uns dos outros, vivemos em sociedade e não podemos fazer tudo que temos vontade. Continua valendo a recomendação de nada de aglomeração, nada de festa, prevalecendo o distanciamento social e o uso de máscara. Tudo ainda está sendo estudado, mas está claro que as cepas são capazes de contaminar mais pessoas e sobrecarregar o número de atendimentos. Aí, vão faltar leitos, profissionais, equipamentos, remédios e o tão falado colapso poderá acontecer”, adverte a médica.

Compartilhar

Seu comentário é de sua inteira responsabilidade. Não reflete nossa opinião.

Um comentário

  1. Dra. Silvia Fonseca, nem um comentário sobre o tratamento precoce que salvado muitas vidas em Porte Feliz, no Pará e no mundo… não pode ficar limitada a uso mascarás, álcool em gel, distanciamento e isolamento…

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.





PGlmcmFtZSBzcmM9Imh0dHBzOi8vZDZvanc5c3Q4OW8zby5jbG91ZGZyb250Lm5ldC9CUkdhbGxlcnkvaW5kZXgucGhwL3BsYXllci92aWV3L2VsZWdhbnRlMTsxNzc7NTk7WkRNMmJuSXdkVE40YldNMGJXMHVZMnh2ZFdSbWNtOXVkQzV1WlhRdmFXNWtaWGd1Y0dod0wyRndhUzl6ZEhKbFlXMXBibWN2YzNSaGRIVnpMemd5T0RBdk16Y3lNV1pqT0dGak5UQTROamhtWVRBNU9UbGlNalEzTUdVeFpEaGpZelF2YzJWeWRtbGtiM0l6Tmk1aWNteHZaMmxqTG1OdmJRPT07ZmFsc2UiIGJvcmRlcj0iMCIgc2Nyb2xsaW5nPSJubyIgZnJhbWVib3JkZXI9IjAiIGFsbG93VHJhbnNwYXJlbmN5PSJ0cnVlIiBzdHlsZT0iYmFja2dyb3VuZC1jb2xvcjogbm9uZTsiIHdpZHRoPSIxNzciIGhlaWdodD0iNTkiPjwvaWZyYW1lPg==
ARE YOU READY? GET IT NOW!
Increase more than 500% of Email Subscribers!
Your Information will never be shared with any third party.
Curta nossa Fan Page
Visite nosso site!
Visite nosso site!
Casa de Carne Milaré
STUDIOK
DEMILLUS
Jantar Dia das Mães
Imobiliária Cardinali 
- Informe publicitário
Fechar
Classificadão São Carlos