Mulheres são presas acusadas de agredirem e assaltar estudante da UFSCar – Comando VP
Início » Destaque » Mulheres são presas acusadas de agredirem e assaltar estudante da UFSCar

Mulheres são presas acusadas de agredirem e assaltar estudante da UFSCar

Duas mulheres foram para a cadeia nesta noite de sábado, 13-08, acusadas de terem agredido e roubado uma estudante de 20 anos na rua Salgado Filho, região do Cemitério Nossa Senhora do Carmo, São Carlos-SP.

A estudante da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar ) conversou com nossa equipe de reportagem e disse que     por volta das 18:00 estava caminhando pela referida rua com destino à a universidade e ao mesmo tempo falava ao celular com sua irmã, quando foi rendida por duas mulheres, as quais lhe jogaram ao solo e mediante ameaça com faca roubaram seu aparelho celular.

Depois as ladras saíram correndo e adentraram em um carro que estava parado nas proximidades. Uma testemunha anotou a placa do carro e passou para Polícia Militar. Uma viatura da Força Tática em patrulhamento e   ciente do ocorrido logrou êxito em abordar o  veículo. No seu interior tinha  duas mulheres e um homem. Uma das mulheres tinha as mesmas características de uma das bandidas. Os policiais indagaram sobre o roubo e ela acabou confessando o  crime e levando a PM até a casa da outra suspeita no bairro Jd. Beatriz onde foi localizado o celular roubado. Nesta residência foi detida Juliana Kethilin Divino Martinez Brites Leite, de 28 anos. Todos foram encaminhados ao Plantão Policial, onde Juliana tentou se passar por inocente, dizendo que apenas havia guardado o celular. O delegado Dr. Mauricio Sponton Rasi, convidou a estudante para fazer o reconhecimento e ela reconheceu sem sombra de duvida Juliana e Maria Helena Cavechiole, de 18 anos como sendo as duas mulheres que lhe assaltaram. Mesmo assim,  Juliana continuo em afirmar que ela era inocente. O delegado conversou novamente com as duas mulheres detidas no carro e elas acabaram confessando que as assaltantes era Maria e Juliana.

Sendo assim o delegado autuou Maria e Juliana e as encaminhou à Cadeia Feminina de  Ribeirão Bonito.  Lidiane e o condutor do carro foram liberados.  Lidiane conversou com nossa equipe de reportagem e disse que ela ficou no carro, enquanto as primas disseram que iriam usar o banheiro e praticaram o roubo.

Fotos: Ana Dias

 

Compartilhar

Seu comentário é de sua inteira responsabilidade. Não reflete nossa opinião.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.





Curta nossa Fan Page
Visite nosso site!
Visite nosso site!
Casa de Carne Milaré
STUDIOK
DEMILLUS
Jantar Dia das Mães
Classificadão São Carlos