Mulher morre com suspeita de dengue hemorrágica – Comando VP
Início » Destaque » Mulher morre com suspeita de dengue hemorrágica

Mulher morre com suspeita de dengue hemorrágica

Uma mulher de 66 anos morreu na manhã desta sexta-feira, dia 15, no Hospital São Paulo de Araraquara com suspeita de dengue hemorrágica. Segundo informações, apuradas pelo Portal Morada, a paciente Ângela Maria dos Santos foi internada no início da noite de ontem, por volta de 18h, passou à noite em observação médica, mas o quadro se agravou. O hospital confirmou que ela faleceu às 10h20 de hoje e que o corpo foi enviado para exames no Serviço de Verificação de Óbito (SVO) em Américo Brasiliense.

Segundo um familiar, Ângela contraiu dengue há uma semana, mas estava sendo medicada e acompanhada pelo Polo de Atendimento para pacientes com dengue (dengário) montado no Cear. No final da tarde desta quinta-feira (14) a secretária procurou atendimento no Hospital São Paulo, sendo que os médicos decidiram pela internação. Mas, apesar dos cuidados médicos, houve uma baixa contagem de plaquetas e a vítima não resistiu. Ela não tinha histórico de problemas de saúde anterior à dengue.

Segundo caso

Este é o segundo caso suspeito da doença, com morte, em uma semana em Araraquara. No último domingo, dia 10, uma mulher de 28 anos também morreu com suspeita de dengue hemorrágica na cidade. A vítima foi internada no sábado, dia 9, devido à baixa contagem de plaquetas e já estava com problemas de saúde. Por volta de 21h de domingo, a jovem não resistiu e morreu.

Secretaria Municipal de Saúde

Sobre a morte da moradora do Jardim Martinez, nesta sexta-feira, a Secretaria Municipal de Saúde informou “que é importante que se aguarde a análise do SVO (Serviço de Verificação de Óbito) e da sorologia encaminhada ao Instituto Adolfo Lutz. Só após esse laudo e do resultado da sorologia, é possível afirmar qual a causa morte.”

Vizinhos preocupados

A última atualização oficial dos casos de dengue em Araraquara mostra que a cidade registrou este ano 1.273 casos de dengue, sendo 367 em uma semana. A morte de Ângela Maria dos Santos, que morava na Rua João Paulo I, no Jardim Martinez, faz crescer a preocupação de vizinhos com os riscos da doença, principalmente, porque o bairro enfrenta um problema de limpeza pública. “Sou vizinha dessa mulher que morreu com dengue e, na frente da nossa casa, tem um terreno com muito mato alto que a Prefeitura não limpa”, disse uma moradora a Portal Morada. Em 2018 a cidade confirmou 1.131 casos da doença.

Fonte: portal morada

Compartilhar

Seu comentário é de sua inteira responsabilidade. Não reflete nossa opinião.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.





Curta nossa Fan Page
Visite nosso site!
Visite nosso site!
Casa de Carne Milaré
STUDIOK
DEMILLUS
Jantar Dia das Mães
Classificadão São Carlos
Classificadao grátis