Vereadora Cidinha do Oncológico solicita informações sobre serviços prestados pelo AME – Comando VP
Início » Destaque » Vereadora Cidinha do Oncológico solicita informações sobre serviços prestados pelo AME

Vereadora Cidinha do Oncológico solicita informações sobre serviços prestados pelo AME

Com o objetivo de lutar pelo atendimento de qualidade na área da Saúde, a vereadora Cidinha do Oncológico (SD) – foto – apresentou na Câmara Municipal nesta quarta-feira (20) um requerimento solicitando à Prefeitura diversas informações sobre o Ambulatório Médico de Especialidades (AME).

No documento, a parlamentar questiona quais são os exames e especialidades médicas disponibilizadas pelo AME à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Carlos e também se a relação dos serviços prestados  é direta entre  o AME e SMS ou via DRS (Departamento Regional de Saúde do Estado de São Paulo).

AGENDA DE CONSULTAS – Além disso, Cidinha pergunta quantas consultas por especialidade são disponibilizadas, se há absenteísmo, se existe busca ativa pelos pacientes e como é redistribuída a agenda nos casos de ausência. Ela também indaga se há como ampliar a oferta de atendimento, se os agendamentos são realizados via portal CROSS e de quem é a responsabilidade de tal serviço.

Entre outras questões feitas no requerimento, a vereadora pergunta como ter acesso aos quantitativos de SADTs (Serviços Auxiliares de Diagnose e Terapia) disponibilizados para São Carlos, se os exames e consultas realizados pelo AME são definidos pelo CIR (Conselho Intergestores Regionais) e como e onde são definidas as cotas por município.

Ela ainda solicita que informem se existem cotas para consultas e exames emergenciais ambulatoriais para possíveis encaminhamentos a outros equipamentos de saúde e, em caso de resposta positiva, qual a demanda para o agendamento. A vereadora pergunta se existe um fluxo de consultas e exames vinculados ao Ambulatório de Oncologia do Município e, em caso de resposta positiva, quem é o responsável por este alinhamento e quais as cotas para tal.

No requerimento, Cidinha também questiona se, com o possível referenciamento da porta de urgência e emergência da Santa Casa, poderá haver influência na grade assistencial do AME e, se positivo, qual poderia ser. Ela ainda cogita se é possível o Ambulatório participar, mesmo que como ouvinte e para possíveis esclarecimentos, no Conselho Municipal de Saúde.

Compartilhar

Seu comentário é de sua inteira responsabilidade. Não reflete nossa opinião.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.





Curta nossa Fan Page
Visite nosso site!
Visite nosso site!
Casa de Carne Milaré
STUDIOK
DEMILLUS
Jantar Dia das Mães
Classificadão São Carlos
Classificadao grátis