Lyosha, o menino jogado no forno pelo pai, tinha apenas 2 anos de idade – Comando VP
Início » Mundo » Lyosha, o menino jogado no forno pelo pai, tinha apenas 2 anos de idade

Lyosha, o menino jogado no forno pelo pai, tinha apenas 2 anos de idade

O mundo coleciona várias histórias tristes, a de hoje é sobre uma criança que se viu em uma situação que nenhum outros ser humano deveria enfrentar na vida.

Você está preparado para essa história? Eu não posso garantir que você não irá se emocionar, uma vez que é pesada. Ainda assim, ela nos faz ver os perigos do alcoolismo. Se estiver pronto, o Segredos do Mundo está pronto para te apresentar essa história que aconteceu do outro lado do mundo, na Rússia.

No ano de 2005, na Rússia, um homem estava com seus dois filho. Lyosha tinha apenas dois anos, e seu irmão era um bebê de 14 meses. Após a noite de festa, o pai estava altamente alcoolizado. Já em casa, o homem, fora de si, colocou seus dois filhos dentro do forno. O resultado? A criança mais nova morreu na hora, enquanto Lyosha sofreu queimaduras muito graves na cabeça, braços e pulmões, mas sobreviveu.

O caso marcou o menino para sempre. Após o caso, sua mãe não pode ficar com ele na cidade aonde vivia. Ele então foi adotado por uma família na capital, Moscou. A recuperação não foi fácil, muito menos a adolescência. Isso por causa das consequências físicas na criança. Sua aparência chamava a atenção não importava aonde fosse.

“Eu odiava as pessoas quando era mais jovem. Sentia que elas me tratavam como se eu fosse algum tipo de animal”, disse em uma entrevista concedida à ‘BBC’.

Recuperação

Enxertos de pele, cirurgias e reabilitação se tornaram uma constante na vida do jovem, cuja recuperação levou mais de uma década. Aos 16 anos, já havia passado por vários países se dedicando a recuperação. Apesar de tudo, ele não guarda mágoas do pai e ainda mantém contato. “Eu nunca o odiei. Ele provavelmente pensou que eu estava furioso com ele, mas quando nos conhecemos, quando voltamos para Buriácia, conversamos. Disse tudo a ele e agora trocamos correspondências.”

“Uma deficiência pode dar a você uma nova maneira de ver o mundo e até novas oportunidades, mas é importante não deixar sua vida inteira girar em torno disso, porque isso pode acabar com você”, conclui o jovem na entrevista.

Compartilhar

Seu comentário é de sua inteira responsabilidade. Não reflete nossa opinião.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.





Curta nossa Fan Page
Visite nosso site!
Visite nosso site!
Casa de Carne Milaré
STUDIOK
DEMILLUS
Jantar Dia das Mães
Classificadão São Carlos
Classificadao grátis