Canela de Velho – Comando VP
Início » Colunistas » Canela de Velho

Canela de Velho

Canela de Velho

Características da canela-de-velho;

A canela-de-velho – de nome científico Miconia albicans – é uma planta da família das
Melastomataceae, nativa do nordeste brasileiro.
É uma planta subarbustiva, de caule fino, com altura de 0,70 a 3 metros de altura. Suas folhas
são ovaladas, cruzadas, verdes e brilhantes na parte superior e brancas na área inferior.
Possui hastes florais com tonalidade vermelha, pequenas flores brancas e frutos
arredondados. Também conhecida como quaresmeira de flor branca, a canela-de-velho é
prima das demais quaresmeiras que já conhecemos (de flor rosa ou roxa).

No Brasil, o cultivo da canela-de-velho se dá principalmente entre os estados da Bahia e
Sergipe, já que a planta se adapta melhor em solos pobres e drenados, com temperaturas
entre 25°C e 33ºC.

Muito conhecida por suas propriedades medicinais e curativas, seu uso já é bastante popular
graças à sua ação analgésica, anti-inflamatória e antimicrobiana.

Canela-de-velho no tratamento de artrose
A artrose – também conhecida como osteoartrite – é uma doença que ataca as articulações,
promovendo o desgaste da cartilagem que recobre as extremidades dos ossos, causando
dores, inchaço e inflamação.

A canela-de-velho possui propriedades que auxiliam muito no tratamento da artrose e no
alívio dos seus sintomas.
Outros benefícios da canela-de-velho
Além de auxiliar no tratamento da artrose, a canela-de-velho também é utilizada para outras
finalidades e traz outros benefícios para a saúde.

Ela é utilizada para aliviar dores provenientes de outros tipos de inflamações além das
articulares, como torcicolos, tendinites, reumatismos, bursites, torções nos pés, hérnias de
disco e dores na coluna.

A planta também é benéfica para os diabéticos, já que ajuda a reduzir a taxa glicêmica e atua
como um purificador do sangue, visto que combate os radicais livres.

Também atua como tônico digestivo, agindo contra doenças estomacais e intestinais como
diarreia, gastrite, etc. e atua como potente estimulante sexual.

Receita de chá de canela-de-velho
Para fazer o chá, você precisará de um litro de água e 15 a 20 folhas de canela-de-velho.

Faça uma decocção, ou seja, coloque as folhas na água, leve ao fogo, e deixe ferver por 30
segundos. Em seguida, desligue o fogo, tampe a panela e deixe descansar por alguns minutos.
Depois é só coar e o chá já estará pronto para o consumo.

A recomendação de uso é de duas xícaras por dia, antes do almoço e antes do jantar. Também
pode usar a infusão para banhar áreas doloridas do corpo.
Não existem contraindicações ou efeitos colaterais provenientes do consumo do chá de
canela-de-velho, no entanto, é sempre aconselhável consultar um médico antes de iniciar
qualquer tratamento, mesmo que ele seja natural.

Vale salientar que para obter resultados positivos, é preciso consumir o chá com regularidade,
diariamente, por pelo menos 30 dias, podendo se estender por até 60 dias. Ou seja, o chá de
canela-de-velho é um medicamento de uso prolongado e continuado.

Flávia Guerreiro Ruiz CRF. 45.105

Compartilhar

Seu comentário é de sua inteira responsabilidade. Não reflete nossa opinião.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.





Curta nossa Fan Page
Visite nosso site!
Visite nosso site!
Casa de Carne Milaré
STUDIOK
DEMILLUS
Jantar Dia das Mães
Classificadão São Carlos