Tribulus Terrestris – Comando VP
Início » Colunistas » Tribulus Terrestris

Tribulus Terrestris

o que é tribulus terrestris?

Tribulus terrestris é um fitoterápico proveniente de uma erva daninha encontrada em diversas partes do mundo, principalmente no Mediterrâneo. É utilizado para diversas finalidades, sendo o ganho de massa magra e o estimulo sexual as principais. Dentre suas substâncias ativas, destacam-se as saponinas, os alcaloides e os flavonoides. Apesar de não saberem qual destes seria o composto ativo pela sua ação, especula-se que as saponinas sejam as responsáveis.

 

qual a relação da tribulus terrestris e a mulher?

Por ajudar na redução dos sintomas da menopausa, a tribulus terrestris é uma forte aliada da mulher. Sem contar que a erva tem forte ação analgésica e pode auxiliar no alívio de dores, inclusive aquelas incômodas dores de cólicas menstruais.

 

qual a relação de tribulus terrestris e a testosterona?

A testosterona é um hormônio que tem efeitos anabólicos no organismo e é encontrado em grande escala nos homens e em menor quantidade nas mulheres. O aumento da testosterona no sangue promove o ganho de massa muscular. Além disso, a testosterona é responsável pelo desejo sexual.

 

Supostamente, o tribulus terrestris é capaz de aumentar as concentrações de testosterona, atuando como um adaptógeno. Ou seja, a planta seria capaz de regular a produção de testosterona, aumentando naturalmente a sua produção e liberação quando esse hormônio encontra-se abaixo do esperado, funcionando dentro dos limites naturais do corpo. Um dos mecanismos de ação propostos é de que uma substância encontrada no tribulus, conhecida como protodioscina, aumenta os níveis de dehidroepiandrosterona (DHEA), um hormônio esteroide, precursor da testosterona.

 

quais os benefícios do tribulus terrestris?

O tribulus terrestris pode aumentar o desempenho esportivo e aumentar a massa muscular. Também se especula sua ação afrodisíaca, agindo como um viagra natural, ou seja, um estimulante sexual, podendo atuar até mesmo contra a disfunção sexual, principalmente em mulheres pós-menopausa. E, ainda, há alguns estudos mostrando seu efeito na prevenção e tratamento da diabete.

 

No entanto, nenhum desses efeitos é comprovado cientificamente. Já foram realizadas diversas pesquisas cientificas com tribulus terrestris e os resultados ainda são bastante contraditórios. Alguns estudos isolados até apontam efeitos adversos como toxicidade e ginecomastia. Portanto, ainda não é considerada uma substância segura para uso.

 

tribulus terrestris engorda?

Por aumentar a massa muscular e o nível de hormônios de testosterona no organismo, muitos acreditam que essa erva pode ajudar a engordar. Mas o que ocorre é o contrário, pode inclusive ajudar na definição corporal, trocando massa gorda por massa magra. Sem contar que a tribulus terrestris pode contribuir para a redução do “inchaço”. Isso porque a erva possui ação diurética, que ajuda a diminuir e reter líquidos do corpo.

 

tribulus terrestris como tomar

A dosagem varia de 250mg a 1500mg de acordo com a posologia de cada fabricante. Porém, há poucos estudos de suplementação isolada de tribulus que avaliem de maneira clara sua indicação e a recomendação diária.

 

tribulus terrestris efeitos colaterais

Algumas pesquisas isoladas sobre o tribulus terrestres apontam que a planta pode provocar toxicidade e ginecomastia (crescimento de mamas em homens). Pela falta de comprovações científicas que estabelecem as suas doses seguras e efeitos colaterais, é precisa consumir a tribulus terrestris com cautela. E sempre procurar a recomendação de um nutricionista ou médico.

Benefícios do Tribulus terrestris

Antes de sabermos como tomar Tribulus terrestris para obter melhores resultados na musculação ou mesmo no desempenho sexual, vamos conhecer um pouco mais sobre os principais benefícios da planta:

 

  1. Aumento da Massa muscular

 

Ao estimular a produção de testosterona e óxido nítrico, o Tribulus terrestris pode melhorar o desempenho durante os exercícios e assim acelerar o ganho de massa magra. Isso porque a testosterona promove um aumento na força durante os treinos, o que permite cargas maiores e treinos mais puxados.

 

Já o óxido nítrico melhora o envio de oxigênio e aminoácidos para as células durante as atividades, garantindo assim mais nutrientes para os músculos iniciarem o processo de reconstrução das fibras musculares.

 

Em um estudo desenvolvido na Lituânia, pesquisadores forneceram a atletas 625 mg de extrato de Tribulus terrestris três vezes ao dia, durante 20 dias.

 

Ainda na metade do estudo, constatou-se um aumento expressivo nos níveis de testosterona na circulação dos voluntários. Após o décimo dia de pesquisa, no entanto, não houve mais aumento das taxas do hormônio na circulação.

 

Muito embora o uso do Tribulus terrestris como um estimulante da produção de testosterona ainda seja motivo de controvérsia (para muitos profissionais, não haveria suporte científico suficiente para afirmar que a planta aumenta a produção do hormônio), sua atuação vasodilatadora parece estar comprovada.

 

Na prática, isso significa que, se não há comprovação definitiva que o Tribulus terrestris aumenta a testosterona, ainda é possível beneficiar-se do uso da planta por seus efeitos sobre a produção de óxido nítrico.

 

  1. Melhora da função sexual

 

Um dos principais benefícios do Tribulus terrestris está na sua atuação sobre o desempenho sexual. Ao estimular a produção de testosterona e promover uma vasodilatação na região genital, a planta ajuda na recuperação da libido e no tratamento da impotência sexual e da infertilidade.

 

  1. Proteção ao coração

 

Estudos indicam que o Tribulus terrestris pode ser um aliado da saúde cardíaca por dois motivos. Primeiro, porque devido à ativação da proteína quinase c épsilon (PKCε), a tribulosina (uma das saponinas presentes naturalmente na planta) pode ajudar a proteger as células cardíacas contra a morte precoce.

 

E também porque há evidência que outra saponina, a protodioscina, tem a capacidade de inibir a angiotensina. Quando em excesso na circulação, essa enzima altera a pressão arterial e aumenta o risco de doenças cardiovasculares.

 

  1. Pressão arterial

 

Além de atuar no controle dos níveis de angiotensina, as saponinas também estimulam a produção de óxido nítrico, um gás que tem potencial vasodilatador. O relaxamento da parede dos vasos melhora a circulação sanguínea e contribui para a redução da pressão arterial.

 

  1. TPM e Menopausa

 

Algumas pesquisas preliminares indicam que as mulheres podem se beneficiar do uso do Tribulus terrestris para diminuir os sintomas da tensão pré-menstrual e da menopausa.

 

 

Flávia Guerreiro Ruiz- CRF 45105

Compartilhar

Seu comentário é de sua inteira responsabilidade. Não reflete nossa opinião.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.





Curta nossa Fan Page
Visite nosso site!
Visite nosso site!
Casa de Carne Milaré
STUDIOK
DEMILLUS
Jantar Dia das Mães