Presidente quer distribuir 5 milhões de kits de testes rápidos para detectar o coronavírus  – Comando VP
Início » Brasil » Presidente quer distribuir 5 milhões de kits de testes rápidos para detectar o coronavírus 

Presidente quer distribuir 5 milhões de kits de testes rápidos para detectar o coronavírus 

O Ministério da Saúde pretende colocar em circulação, nos próximos dias, cerca de 5 milhões de kits de teste rápido para detectar o coronavírus em pacientes com sintomas leves. A informação foi dada neste sábado (21), em uma coletiva com dois dos principais secretários da entidade.

Os testes são produzidos pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio, e, segundo o ministério, pode fornecer resultados positivos ou não, para quem tem sintomas leves em até uma hora.

“Estamos adquirindo um número significativo de testes. A ideia é que, em até 8 dias, os 5 milhões de kits sejam distribuídos em todo o Brasil”, disse o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira. A ideia é poder isolar mais rapidamente essas pessoas de contato com os grupos de risco, como os idosos.

Mudança nos casos suspeitos

Na coletiva, os representantes do Ministério da Saúde confirmaram o número de casos de infecção por coronavírus no Brasil e explicaram algumas questões sobre essa matemática. Até o momento, o país já teve 18 mortos e 1.128 casos confirmados de covid-19.

Durante a semana, o governo deixou de divulgar o número de casos suspeitos, que vinham fazendo parte do balanço desde que o coronavírus começou a ser detectado no país. Segundo o secretário-executivo do ministério, José Gabbardo, isso se deve à disseminação do vírus.

“Estamos em uma situação com transmissão comunitária no Brasil, em que qualquer caso com sintomas é um caso suspeito. Todo brasileiro com algum sintoma pode ser um caso suspeito. Não tem mais necessidade desse número, é assim que a OMS faz”, explicou.

Ele também explicou que o governo pretende colocar em circulação, nos próximos dias, um total de 5 milhões de kits para a realização de testes rápidos, para descobrir a situação da disseminação dos vírus.

Alerta sobre cloroquina

Na coletiva, Gabbardo fez um alerta sobre o remédio cloroquina, que está sendo testado para uso em casos mais graves da covid-19. Neste sábado, o presidente Jair Bolsonaro disse que esse medicamento está em testes no hospital Albert Einstein, em São Paulo, e que pediu uma ampliação na produção.

“Esse medicamento é usado para tratar malária, artrite reumatóide e lúpus. No caso do coronavírus, ele está sendo usado de maneira experimental em pacientes com infecção grave, ele não pode ser utilizado por quem tem sintomas leves e está em casa. É um remédio com efeitos colaterais graves, não pode ser usado para quem quer se prevenir”, ressaltou o secretário.

Ele afirmou que a Anvisa passou uma recomendação às farmácias, para que apenas pessoas com as doenças que já são tratadas com cloroquina possam adquirir o medicamento com receita médica. “Esses pacientes precisam de uso contínuo desse medicamento, não pode faltar”, alertou.

Compartilhar

Seu comentário é de sua inteira responsabilidade. Não reflete nossa opinião.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.





PGlmcmFtZSBzcmM9Imh0dHBzOi8vZDZvanc5c3Q4OW8zby5jbG91ZGZyb250Lm5ldC9CUkdhbGxlcnkvaW5kZXgucGhwL3BsYXllci92aWV3L2VsZWdhbnRlMTsxNzc7NTk7WkRNMmJuSXdkVE40YldNMGJXMHVZMnh2ZFdSbWNtOXVkQzV1WlhRdmFXNWtaWGd1Y0dod0wyRndhUzl6ZEhKbFlXMXBibWN2YzNSaGRIVnpMemd5T0RBdk16Y3lNV1pqT0dGak5UQTROamhtWVRBNU9UbGlNalEzTUdVeFpEaGpZelF2YzJWeWRtbGtiM0l6Tmk1aWNteHZaMmxqTG1OdmJRPT07ZmFsc2UiIGJvcmRlcj0iMCIgc2Nyb2xsaW5nPSJubyIgZnJhbWVib3JkZXI9IjAiIGFsbG93VHJhbnNwYXJlbmN5PSJ0cnVlIiBzdHlsZT0iYmFja2dyb3VuZC1jb2xvcjogbm9uZTsiIHdpZHRoPSIxNzciIGhlaWdodD0iNTkiPjwvaWZyYW1lPg==
ARE YOU READY? GET IT NOW!
Increase more than 500% of Email Subscribers!
Your Information will never be shared with any third party.
Curta nossa Fan Page
Visite nosso site!
Visite nosso site!
Casa de Carne Milaré
STUDIOK
DEMILLUS
Jantar Dia das Mães
Classificadão São Carlos
Classificadao grátis