Há risco de crise nacional por oxigênio, diz Marcellus Campêlo – Comando VP
Início » Brasil » Há risco de crise nacional por oxigênio, diz Marcellus Campêlo

Há risco de crise nacional por oxigênio, diz Marcellus Campêlo

Secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo afirma que a entrega de oxigênio a Manaus pode se normalizar até este sábado (16), se der certo a operação de guerra montada para levar cilindros a Manaus. Ainda assim, ele estima que a capital amazonense deve viver dias duros até o fim deste mês, com “muita pressão” sobre a rede de saúde. Ele diz ter alertado outros estados sobre um risco de uma crise nacional pela falta do gás, essencial para o tratamento de casos mais graves de covid-19.

“Acredito que com esse impacto agora haja um pouco mais de colaboração da população. Mas acho que ainda ficaremos pelo menos até o fim do mês, lá pelo dia 25 de janeiro, com muita pressão na rede em função desse novo pico”, disse o secretário.

Segundo Campêlo, a nova variante do coronavírus que circula em Manaus causou “forte impacto” e “aumento súbito de internações”.

“Pacientes chegam precisando muito de oxigênio. Pode haver crise em outras regiões do país, em regiões também isoladas. Se agravar o país todo junto, pode haver uma crise nacional. Os governantes precisam incentivar cuidados sanitários”, disse ele.

O secretário afirmou que a variante do vírus preocupa e que os médicos já vinham percebendo “algo diferente” e quadros mais graves entre os pacientes. “Triplicamos nosso número de internações pela covid-19. Um absurdo a quantidade de casos. Em menos de 15 dias houve explosão da necessidade de internação. Temos de considerar a nova cepa como possível causa”, afirmou.

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro Eduardo Pazuello apontam como um dos principais fatores para a crise de Manaus a falta do “tratamento precoce”, ou seja, o uso de medicamentos em eficácia contra a covid-19, como a hidroxicloroquina.

O secretário de Saúde do Amazonas evita confrontar a versão do governo federal. Afirma que a atenção básica precisa ser melhorada em Manaus e que todos os medicamentos têm de estar disponíveis. “Quando fui contaminado em setembro, meu médico me receitou esse tratamento. Atribuir a cura ao tratamento? Não sei, não posso saber”, disse o secretário, que é engenheiro.

Campêlo nega falta de planejamento do governo local. Ele disse que desde setembro o governo percebia a alta de casos e acionava novos protocolos. Em dezembro, parte da população protestou e fez o governo local recuar do fechamento do comércio.

O secretário liga a disparada de casos às aglomerações e festas de fim de ano. A demanda por oxigênio no estado, que era de até 10 mil metros cúbicos antes da pandemia, chegou a 30 mil no pico de 2020 e explodiu para 73 mil nesta semana, segundo Campêlo.

Questionado se houve falha dos governos local, federal e até da população para evitar as aglomerações, o secretário afirma que “é difícil mudar a mentalidade da população”. “Mas é necessário que compreendam que temos de ter cuidado.”

Campêlo também declarou que, com a ajuda do ministério, que enviou respiradores, entre outros insumos, seria possível abrir mais 132 leitos de UTI e 150 clínicos. Os espaços, porém, estão ainda vazios, pela falta de oxigênio. “Estavam prontos para serem usados, quando fomos surpreendidos pelo colapso.”

Os pacientes de Manaus começaram a ser transferidos para sete estados e Distrito Federal nesta sexta-feira (15). A estimativa é de que 700 pessoas podem precisar de atendimento fora do estado.

Campêllo disse que não há opção descartada para o transporte dos pacientes e a compra de cilindros de oxigênio. Há articulação com a Venezuela e os Estados Unidos para encontrar o produto.

“Vírus e aglomeração não combinam. Só em favor do vírus. É necessário evitar aglomerações. Precisamos de uma grande campanha de conscientização”, declara o secretário, que também cobra agilidade na entrega das vacinas.

Compartilhar

Seu comentário é de sua inteira responsabilidade. Não reflete nossa opinião.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.





PGlmcmFtZSBzcmM9Imh0dHBzOi8vZDZvanc5c3Q4OW8zby5jbG91ZGZyb250Lm5ldC9CUkdhbGxlcnkvaW5kZXgucGhwL3BsYXllci92aWV3L2VsZWdhbnRlMTsxNzc7NTk7WkRNMmJuSXdkVE40YldNMGJXMHVZMnh2ZFdSbWNtOXVkQzV1WlhRdmFXNWtaWGd1Y0dod0wyRndhUzl6ZEhKbFlXMXBibWN2YzNSaGRIVnpMemd5T0RBdk16Y3lNV1pqT0dGak5UQTROamhtWVRBNU9UbGlNalEzTUdVeFpEaGpZelF2YzJWeWRtbGtiM0l6Tmk1aWNteHZaMmxqTG1OdmJRPT07ZmFsc2UiIGJvcmRlcj0iMCIgc2Nyb2xsaW5nPSJubyIgZnJhbWVib3JkZXI9IjAiIGFsbG93VHJhbnNwYXJlbmN5PSJ0cnVlIiBzdHlsZT0iYmFja2dyb3VuZC1jb2xvcjogbm9uZTsiIHdpZHRoPSIxNzciIGhlaWdodD0iNTkiPjwvaWZyYW1lPg==
ARE YOU READY? GET IT NOW!
Increase more than 500% of Email Subscribers!
Your Information will never be shared with any third party.
Curta nossa Fan Page
Visite nosso site!
Visite nosso site!
Casa de Carne Milaré
STUDIOK
DEMILLUS
Jantar Dia das Mães
Imobiliária Cardinali 
- Informe publicitário
Fechar
Classificadão São Carlos