Bombas deixam centenas mortos e feridos – Comando VP
Início » Destaque » Bombas deixam centenas mortos e feridos

Bombas deixam centenas mortos e feridos

Subiu para 207 o número de mortos nos diversos ataques com bombas que também deixaram mais de 450 feridos no Sri Lanka. As explosões aconteceram em várias cidades, inclusive na capital Colombo, neste domingo (21-04-2019).

De acordo com um post do Ministro da Economia no Twitter, até o momento foram presos sete suspeitos pelos atentados coordenados.

O presidente do país, Maithripala Sirisenaem pediu calma à nação. Nenhum grupo assumiu a autoria dos ataques até o momento.

A primeira bomba explodiu no Santuário de Santo Antônio, localizado em Kochchikade, que realizava uma comemoração de Páscoa nesta manhã. A segunda na Igreja de São Sebastião em Katuwapitiya e a terceira na Igreja de Sião em Batticaloa, conforme veículos de imprensa locais. No total, seis explosões foram reportadas.

Segundo os jornais locais, os hotéis Cinnamon Grand Colombo, Shangri-La e Kingsbury, os três na capital Colombo, considerados de luxo e muito utilizados por turistas, também foram alvo dos ataques. Cerca de 35 turistas internacionais estariam entre os mortos. Ainda de acordo com a imprensa local, todos os policiais do país tiveram seus dias de folga cancelados em virtude do ocorrido.

A ministra das Relações Exteriores da Índia, Sushma Swaraj publicou em sua conta do Twitter que estão monitorando os ataques no Sri Lanka, mas publicou números de telefone para auxiliar os indianos no país.

Harsha de Silva, ministro de Reformas Econômicas e Distribuição Pública também se pronunciou nas redes sociais.

— Operações de resgate em andamento. Por favor, mantenham-se calmos e dentro de casa. Muitas vítimas, incluindo estrangeiros.

O aeroporto internacional Bandaranaike, mais próximo da capital Colombo, afirmou que irá redobrar a segurança e solicitou que os passageiros que tenham voos marcados nas próximas horas cheguem com quatro horas de antecedência para passar por uma revista minuciosa.

De acordo com a imprensa local, o ministro da Educação, Akila Viraj Kariyawasam, cancelou as aulas em todas as escolas do país entre os dias 22 e 23 de abril, por conta dos ataques coordenados.

Sites de notícias locais destacam que redes sociais no país foram bloqueadas e um toque de recolher teria sido instituído.

Fonte: r7

Compartilhar

Seu comentário é de sua inteira responsabilidade. Não reflete nossa opinião.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.





Curta nossa Fan Page
Visite nosso site!
Visite nosso site!
Casa de Carne Milaré
STUDIOK
DEMILLUS
Jantar Dia das Mães
Classificadão São Carlos
Classificadao grátis