Apontado como assassino de empresária em trilha no Rio de Janeiro é preso pela DIG de São Carlos – Comando VP
Início » Destaque » Apontado como assassino de empresária em trilha no Rio de Janeiro é preso pela DIG de São Carlos

Apontado como assassino de empresária em trilha no Rio de Janeiro é preso pela DIG de São Carlos

Policiais Civis da Delegacia de Investigações Gerais de São Carlos-SP, comandados pelo delegado, Dr. Gilberto de Aquino, em poder de um mandado de prisão estiveram nesta manhã de sexta-feira, 14 de dezembro de 2018, em um determinado ponto desta comarca e detiveram um indivíduo apontado pela Polícia Civil do Rio Janeiro como sendo o assassino da empresária Fabiane Fernandes, 30 anos, encontrada com marca de brutalidade no dia 21-11, deste presente ano em uma trilha na cidade Maravilhosa.

Localização do cadáver:

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro localizou por volta das 15:00  desta quarta-feira (21-11-2018), o corpo de Fabiane Fernandes.

Moradora de Florianópolis, Santa Catarina, ela foi passar o feriadão em Arraial do Cabo, na região dos Lagos, e desapareceu na trilha do Morro da Cabocla, na Prainha.Conforme o tenente-coronel Marcelo Fidalgo, do 18º GBM (Cabo Frio), Fabiane foi localizada com auxílio de cães farejadores. Ela estava a 30 metros da rota da trilha, em meio aos arbustos, nua e com os pertences ao lado.

Desde localização do corpo da empresária, a qual deixou um filho de 8 anos, a Polícia Civil carioca deu início as investigações. A Polícia Científica esteve no local e colheu amostras de materiais  encontrados no corpo da vítima para tentar encontrar o autor do crime.

Segundo informações, a Polícia Civil do Rio de Janeiro conseguiu identificar o suposto autor do crime. Após cometer o bárbaro crime, o suposto autor fugiu para São Carlos onde estava em uma clinica de recuperação. O delegado que investiga o crime entrou em contado com o delegado da DIG de São Carlos e pediu para que o mesmo prendesse o suposto assassino. Policiais civis do  Rio de Janeiro vieram para São Carlos  e juntamente com os investigadores da DIG foram em busca do suspeito, o qual foi localizado em uma clínica compulsória na região de Analândia. Matheus Augusto da Silva, de 22 anos, foi encaminhado à DIG e depois encaminhado ao Rio de Janeiro. Ele conversou com  o CVP e negou o fato. Disse que esteve no  Rio, ficou acampado na região  onde ocorreu o crime, mas disse que irá provar sua inocência. Ele está com prisão temporária de 30 dias.

O delegado, Dr. Gilberto de Aquino se colocou à disposição do delegado Michel Floroschk para que o fato seja elucidado.

Fotos: CVP

Compartilhar

Seu comentário é de sua inteira responsabilidade. Não reflete nossa opinião.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.





Curta nossa Fan Page
Visite nosso site!
Visite nosso site!
Casa de Carne Milaré
STUDIOK
DEMILLUS
Jantar Dia das Mães
Classificadão São Carlos
Classificadao grátis