Apontado como assassino de empresária em trilha no Rio de Janeiro é preso pela DIG de São Carlos – Comando VP
Início » Destaque » Apontado como assassino de empresária em trilha no Rio de Janeiro é preso pela DIG de São Carlos

Apontado como assassino de empresária em trilha no Rio de Janeiro é preso pela DIG de São Carlos

Policiais Civis da Delegacia de Investigações Gerais de São Carlos-SP, comandados pelo delegado, Dr. Gilberto de Aquino, em poder de um mandado de prisão estiveram nesta manhã de sexta-feira, 14 de dezembro de 2018, em um determinado ponto desta comarca e detiveram um indivíduo apontado pela Polícia Civil do Rio Janeiro como sendo o assassino da empresária Fabiane Fernandes, 30 anos, encontrada com marca de brutalidade no dia 21-11, deste presente ano em uma trilha na cidade Maravilhosa.

Localização do cadáver:

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro localizou por volta das 15:00  desta quarta-feira (21-11-2018), o corpo de Fabiane Fernandes.

Moradora de Florianópolis, Santa Catarina, ela foi passar o feriadão em Arraial do Cabo, na região dos Lagos, e desapareceu na trilha do Morro da Cabocla, na Prainha.Conforme o tenente-coronel Marcelo Fidalgo, do 18º GBM (Cabo Frio), Fabiane foi localizada com auxílio de cães farejadores. Ela estava a 30 metros da rota da trilha, em meio aos arbustos, nua e com os pertences ao lado.

Desde localização do corpo da empresária, a qual deixou um filho de 8 anos, a Polícia Civil carioca deu início as investigações. A Polícia Científica esteve no local e colheu amostras de materiais  encontrados no corpo da vítima para tentar encontrar o autor do crime.

Segundo informações, a Polícia Civil do Rio de Janeiro conseguiu identificar o suposto autor do crime. Após cometer o bárbaro crime, o suposto autor fugiu para São Carlos onde estava em uma clinica de recuperação. O delegado que investiga o crime entrou em contado com o delegado da DIG de São Carlos e pediu para que o mesmo prendesse o suposto assassino. Policiais civis do  Rio de Janeiro vieram para São Carlos  e juntamente com os investigadores da DIG foram em busca do suspeito, o qual foi localizado em uma clínica compulsória na região de Analândia. Matheus Augusto da Silva, de 22 anos, foi encaminhado à DIG e depois encaminhado ao Rio de Janeiro. Ele conversou com  o CVP e negou o fato. Disse que esteve no  Rio, ficou acampado na região  onde ocorreu o crime, mas disse que irá provar sua inocência. Ele está com prisão temporária de 30 dias.

O delegado, Dr. Gilberto de Aquino se colocou à disposição do delegado Michel Floroschk para que o fato seja elucidado.

Fotos: CVP

Compartilhar

Seu comentário é de sua inteira responsabilidade. Não reflete nossa opinião.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.





Curta nossa Fan Page
Visite nosso site!
Visite nosso site!
Casa de Carne Milaré
STUDIOK
DEMILLUS
Jantar Dia das Mães