Acusado de decapitar adolescente é preso em velório – Comando VP
Início » Brasil » Acusado de decapitar adolescente é preso em velório

Acusado de decapitar adolescente é preso em velório

Policiais da Delegacia de Homicídios prenderam, na terça-feira (23), um jovem identificado como Alexandre Oliveira da Silva, vulgo “Piaba”, acusado de participar do assassinato do adolescente Ítalo Gonçalves, de 17 anos, encontrado decapitado às margens do rio Poti, na altura do bairro Monte Verde, na zona Norte de Teresina, no início do mês.

“Piaba” foi preso no velório do irmão Reginaldo Alves da Silva Filho, de 21 anos, executado com pelo menos 18 tiros dentro de casa no bairro Parque Brasil, na zona Norte.

“O Alexandre Silva, “Piaba”, foi preso ontem em cumprimento de um mandado de prisão de um crime ocorrido no ano passado, dia 01 de julho, onde ele matou de forma sorrateira juntamente com outros dois indivíduos, um desafeto dele. No caso do rapaz decapitado, eu posso até não mostrar a cabeça, mas os criminosos serão apresentados e entregues à Justiça do Estado”, afirmou o coordenador Delegacia de Homicídios, delegado Francisco Costa, o Baretta.

A mãe de Ítalo Gonçalves está em estado de choque. A dona de casa conta que enterrou o filho com mais de 20 facadas pelo corpo sem a cabeça. “Quero que ele diga onde colocou a cabeça do meu filho para eu poder enterrar. Gente, é dor demais! Não queira perder um filho, não! Cuidem dos seus filhos, porque igual eu perdi o meu não quero esse mal para ninguém, nem para o meu pior inimigo”, disse Maria Aparecida.

Segundo a família, o adolescente se envolveu com o mundo das drogas ainda quando tinha 13 anos. O menor já tinha passagens pelo Centro de Educação Masculina de Teresina, por atos infracionais. Ele chegou a cumprir medidas socioeducativas, era casado e pai de dois filhos.

Ele  saiu de casa na sexta-feira (12) e não voltou mais. No sábado (13), a família foi informada de que um corpo, que poderia ser do menor, havia sido encontrado no rio Poti. A família foi até o IML, onde fez a identificação. Ítalo só foi identificado por conta das 10 tatuagens no corpo, já que a cabeça foi cortada.

Fonte: meio norte

 

Compartilhar

Seu comentário é de sua inteira responsabilidade. Não reflete nossa opinião.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.





Curta nossa Fan Page
Visite nosso site!
Visite nosso site!
Casa de Carne Milaré
STUDIOK
DEMILLUS
Jantar Dia das Mães
Classificadão São Carlos